O que significa um Pré-voo ou Pós-voo para a manutenção.

Qualquer um que tenha um pouco de conhecimento sobre aviação e aeronaves sabe a importância do acompanhamento diário que é preciso ter com cada uma das máquinas. Qualquer piloto que se prese aprende sobre a importância de um pré-voo, um checklist, e um pós-voo, afinal ninguém quer ter uma surpresa durante um voo, ou quando se está totalmente preparado para voar e aparece alguma pane que não foi identificada antes. E nenhum mecânico quer ver as aeronaves que passaram por suas mãos ou por mãos de colegas de profissão vir a solo por problema algum, muito menos mecânico.

Um checklist de pré-voo é uma lista de itens a serem checados antes de um voo ou até mesmo um acionamento de qualquer aeronave. Nem todo manual prevê um pós-voo, porém há quem prefira ficar sabendo quais as condições para um próximo voo, ou próxima inspeção. Essas listas geralmente são extraídas dos manuais, e guiam o piloto ou mecânico para a verificação do estado geral da aeronave, motores, combustível, componentes aerodinâmicos, trens de pouso ou esquis e tudo mais que esteja envolvido com o desempenho durante taxi e voo.

Como é de se esperar, vindo de um manual, a função do pré-voo e um eventual pós-voo é manter a aeronave sempre em condições, mas para a equipe de manutenção vai um pouco além. É através desses acompanhamentos que será possível fazer funcionar grande parte da Manutenção Preventiva, acompanhar algum tipo de erro de projeto que possa ocasionar em dano, ajudar a planejar o estoque de materiais, acompanhamento de itens previstos e não previstos em inspeções periódicas.

Um exemplo de item que é checado antes de um voo é o sistema de freio. Não necessariamente um conjunto de freio será trocado durante uma manutenção periódica. Este é um item de extrema importância, que deve ser substituído sempre que for notado o seu desgaste excessivo. O ideal seria que este item fosse verificado em um pós-voo para que no próximo ele já tenha sido substituído, já que em um pré-voo a intenção é decolar logo após. Pensando um pouco mais além, e em uma logística um pouco maior, poderia ser necessário fazer o pedido para o armazém responsável por estocagem, ou até mesmo a compra dos freios ou dos itens necessários para a substituição.

Em sua maioria os acompanhamentos antes e após um voo são feitos pelo piloto, e geralmente os mecânicos dessas aeronaves não estão por perto. Portanto é de suma importância o bom treinamento destes pilotos e o entrosamento com a equipe de manutenção responsável ou que habitualmente trabalha com aquela aeronave. O responsável pela inspeção deve portar o checklist como forma de segurança para não deixar nenhum item sem ser checado, e qualquer imperfeição, dúvida, ou desconfiança deve ser conferida com a equipe de manutenção responsável ou manual da aeronave.

 

Por mais que seja engraçada, a charge mostra uma rixa que não deve existir, os dois lados devem estar unidos para que não se transforme em mais uma barreira para a insegurança das operações aeronáuticas.

Esse post foi editado em 20/11/2019 01:41

Matheus Minhaqui

Mecânico de aeronaves da Força Aérea Brasileira, graduado em Aviação Civil (UAM), piloto de helicóptero (PPH).

Posts relacionados

27 Jun

Análise de danos de um Bird Strike, o...

Por Matheus Minhaqui

Com o crescimento diário de aeronaves em operação mundo afora, a probabilidade de...

30 May

Sistema de Pouso por Instrumento ou I...

Por Matheus Minhaqui

No ultimo dia 20 de maio, a Avianca Brasil deu mais um passo para a aviação brasileira, sendo a...


Comentários