Não Desista dos Seus Sonhos, Você Vai Chegar Lá

Ser comissária de Voo nunca foi meu sonho de infância, morava em uma cidade do interior e lá não tinha acesso a aeroportos, aviões, então era um mundo desconhecido pra mim. Apos os 30 anos eu ainda não era realizada profissionalmente porém não sabia qual era a profissão certa pra mim. Uma amiga começou a fazer o curso de comissária e me contou sobre a profissão, rotina, etc.

Achei interessante, eu nunca tinha pensado sobre essa profissão, embora os aviões sempre me fascinaram. Comecei a pesquisar sobre a profissão e me identifiquei. Resolvi fazer o curso, o que não foi fácil já que morava a 120 km de Campinas, a cidade mais próxima para realizar o curso, eu também não tinha dinheiro, sou de uma familia de humilde posição financeira, consegui me matricular no curso aos domingos, então eu continuava trabalhando durante a semana e todo domingo acordava as 4 da manhã para ir até Campinas, as aulas eram somente aos domingos, assim o curso durou quase 8 meses.

Após a conclusão veio a tão esperada ANAC, pra quem se dedica e estuda não é um bicho de sete cabeças, que alegria ser aprovada, me lembro que liguei chorando pra minha mãe (risos), mal sabia eu que esse era apenas o começo.

Assim que cheguei em casa já preparei meu CV e enviei para todas as empresas disponíveis. Que surpresa em 15 dias fui chamada para um processo seletivo, A alegria foi imensa, fui confiante, feliz, nem acreditava que tão rápido eu ja tinha a oportunidade de realizar meu sonho, mas 20 dias depois veio a resposta: Reprovada, como chorei, que sensação de derrota mas a vida continua e uma semana depois lá estava eu enviando CV novamente, era um ano difícil, apenas duas empresas contratando, uma delas eu já tinha tido a oportunidade, então, me restava apenas uma, insisti muito mas nada do convite.

Após uns 6 meses um amigo me perguntou por que eu não fazia um intercâmbio para melhorar meu idioma, ter um diferencial e eu respondi, você esta louco? Eu com 35 anos estou velha pra isso e outra não tenho dinheiro, ele insistiu dizendo que haviam países não tão caros e que eu poderia trabalhar, bom, ele plantou uma sementinha (risos), consegui usar o FGTS da empresa que trabalhava ha 8 anos e assim fui morar fora do Brasil, essa foi a única forma de ter dinheiro para ir, o dinheiro deu somente para comprar as passagens e o curso da escola, chegando lá consegui emprego e assim foi possível ficar um ano.

Nada foi fácil, eu não estudei fora por que minha familia tinha dinheiro e me ajudou, eu sempre busquei soluções e lutei muito para conquistar as coisas. Quando voltei na mesma semana ja enviava CV e, 10 dias após um novo convite para uma Seleção, eu novamente fiquei irradiante, pensei, agora é a hora e novamente veio a reprovação. Não desisti, 2 dias depois lá estava eu enviando CV novamente, 6 meses após outra empresa me chamou e lá fui eu de novo e de novo outra reprovação. Nesse meio tempo eu fiz cursos de preparação, sempre me aperfeiçoando e tentando descobrir o por que das reprovações e onde eu deveria aprender e melhorar.

Um ano se passou e eu já estava com 38 anos, a maioria me dizia que pela idade já seria difícil eu conseguir e eu começava a pensar em desistir, acredito que Deus sabe o que é melhor pra gente, embora triste eu pensava, se não for pra ser, eu aceito! De repente quando eu menos esperava novamente meu celular tocou e fui convidada, mas dessa vez o tão sonhado sim veio.

Ser comissário não é fácil, é uma vida de dedicação, renúncias, e, se você escolhe essa profissão somente porque acha bonito andar nos aeroportos com aqueles uniformes puxando sua mala, porque acha bonito os aviões, esquece, você esta no caminho errado, você tem que se emocionar cada vez que escuta um motor, olhar como criança cada vez que um avião decola ou pousa ao seu lado, cada vez que um cliente entra na aeronave tímido, sem saber ao menos onde esta a numeração do assento, você tem que ver esse cliente como seu pai, mãe, avô, cada criança que passa mal como se fosse seu filho... ter amor em cuidar e servir... porque se não for assim, no segundo mês o glamour vai acabar e você será apenas mais um reclamando da escala e da vida que leva.

Espero ajudar de alguma forma nem que um pouco aos queridos que buscam sua vaga. Insista, persista, estude, se aprimore e acredite! Hoje sou grata a Deus e minha mãe que sempre me apoiou, sou completamente apaixonada por minha profissão e tenho certeza que fiz a escolha certa. Boa sorte a todos!!!

Esse artigo foi escrito por Silvia, comissária de voo de uma grande companhia aérea no Brasil a pedido do site Tripulantes

Esse post foi editado em 15/08/2020 16:13

Diego Andrade de Mendonça

Posts relacionados

03 Jun

Como É Ser e Como Fazer Para Ser Piloto

Por Diego Andrade de Mendonça

Ser piloto é desfrutar de uma vida de bons hotéis, viagens interessantes a toda hora, conhecer...

28 Apr

Primeiro Passo - Você já deu seu pr...

Por Diego Andrade de Mendonça

Vídeo motivacional " Primeiro Passo " este é o primeiro vídeo motivacional do Tripulantes com a...


Comentários